A produção acadêmica sobre a formação de professores para a educação profissional no Brasil

Anely Silva Oliveira, Leila Pio Mororó

Resumo


Este artigo apresenta parte dos resultados da análise de teses e dissertações defendidas no Brasil entre os anos de 2004 e 2014 sobre a formação de professores para a educação profissional técnica de nível médio. Foram selecionadas nos bancos de teses e dissertações disponíveis online 34 produções acadêmicas, as quais foram analisadas com base nos princípios teórico-metodológicos do materialismo histórico dialético. Os resultados apontam que, em contradição com a expansão do ensino técnico nos últimos anos, o estudo sobre a formação de professores para a educação profissional técnica ainda é incipiente, precisando, portanto, ser ampliado em todo o território nacional. Apontam também a urgência de definição de políticas de Estado para a regulamentação do exercício da docência na educação profissional e da formação de professores para essa modalidade de ensino, sendo necessárias amplas discussões em favor da consolidação de tais políticas.

 

 


Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Institui as Diretrizes e Bases da Educação Nacional – LDBN. Disponível em: . Acesso em: 28 set. 2014.

______. Decreto n. 2208, de 17 de abril de 1997. Regulamenta o § 2 º do art. 36 e os arts. 39 a 42 da Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em: . Acesso em: 19 out. 2014.

______. Decreto n. 5.154, de 23 de julho de 2004. Regulamenta o § 2º do art. 36 e os arts. 39 a 41 da Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em: . Acesso em: 12 out. 2014.

______. Lei n. 11.892, de 29 de dezembro de 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia. Disponível em: . Acesso em: 19 out. 2014.

______. Lei n. 12.772, de 28 de dezembro de 2012. Dispõe sobre o Plano de Carreira e Cargos de Magistério do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico e sobre o Plano de Carreiras de Magistério do Ensino Básico Federal. Disponível em: . Acesso em: 19 out. 2014.

DUARTE, N. A anatomia do homem é a chave da anatomia do macaco: a dialética em Vigotski e em Marx e a questão do saber objetivo na educação escolar. Educação & Sociedade, ano XXI, n.71, p.79-115, jul. 2000.

MANFREDI, S. M. Educação Profissional no Brasil. São Paulo: Cortez, 2002.

NETTO, J. P. Introdução ao estudo do método de Marx. São Paulo: Expressão Popular, 2011.

OLIVEIRA, A. S. A formação do professor para a educação profissional: mapeando a produção bibliográfica. 2016. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Vitória da Conquista.

RAMOS, M. N. O trabalho e a educação: implicações para a produção do conhecimento em educação profissional. In: MOURA, D. H. (Org.). Produção de conhecimento, políticas públicas e formação docente em educação profissional. Campinas, SP: Mercado das Letras, 2013.

VOSGERAU, D. S. R.; ROMANOWSKI, J. P. Estudos de revisão: implicações conceituais metodológicas. Revista Diálogo Educação, Curitiba, v. 14, n.41, p. 165-189, jan./abr. 2014.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Anely Silva Oliveira, Leila Pio Mororó

TECNIA – REVISTA DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO IFG

EDITORA IFG
Rua C-198, Quadra 500, Jardim América | CEP 74.270-240 | Goiânia/GO

tecnia@ifg.edu.br
(62) 3237-1816