Práticas investigativas acerca de experiências docentes no âmbito do estágio supervisionado para a Educação Profissional

Gabriel Marchesan, Vanderlan Dupont de Oliveira, Felipe Pedrozo Maia, Maurício Pase Quatrin, Andreia Ines Dillenburg

Resumo


Este trabalho apresenta uma discussão acerca dos conhecimentos adquiridos no Programa Especial de Graduação de Formação de Professores para a Educação Profissional da Universidade Federal de Santa Maria. Para a realização deste trabalho, utilizou-se a abordagem qualitativa juntamente com o método de pesquisa descritivo. Ressalta-se que, mediante a realização desta pesquisa, foi possível agregar novos saberes na área da educação, já que os cursos de bacharelado não contemplam essa formação pedagógica e humana. Ademais, acredita-se que tal formação seja fundamental para agregar conhecimentos de diversas áreas com os saberes pedagógicos. Nesse sentido, essa formação é muito importante para quem deseja futuramente ser docente, em especial, na Educação Profissional e Tecnológica. Além do mais, com a realização dos estágios supervisionados integrantes de tal programa, pode-se obter contato direto com o campo de atuação docente. Dessa forma, com as aulas ministradas na docência orientada, foi possível observar e colocar em prática questões metodológicas e pedagógicas, tais como elaborar os planos de aulas, preparar as aulas, disponibilizar exercícios para fixação dos conteúdos, propor trabalhos, aplicar provas, correção de exercícios e das atividades avaliativas, entre outras. Por fim, também são relatadas algumas experiências relacionadas às práticas de ensino adotadas na realização dos estágios supervisionados.


Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, R. M. Formação de docentes para a educação profissional e tecnológica: por uma pedagogia integradora da educação profissional. Trabalho & Educação, v. 7, n. 2. p. 1-16, 2008.

BARBOSA, E. F.; MOURA, D. G. Metodologias ativas de aprendizagem na educação profissional e tecnológica. Boletim Técnico do Senac, v. 39, n. 2, p. 48-67, 2013.

BARREIRO, I. M. de F.; GEBRAN, R. A. Prática de ensino e estágio supervisionado na formação de professores. 2. ed. São Paulo: Avercamp, 2006.

BORSSOI, B. L. O estágio na formação docente: da teoria à prática, ação-reflexão. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO; SEMANA DA PEDAGOGIA, 20., 2008, Cascavel. Anais...Cascavel: Unioeste, 2008.

ESTEBAN, M. P. S.; SANDIN, P. Pesquisa qualitativa em educação: fundamentos e tradições. Nova Iorque: McGraw-Hill, 2010.

FONSECA, C. V.; SANTOS, F. M. T. Formação docente para a educação profissional: estudo de casos múltiplos envolvendo professores do Instituto Federal do Rio Grande do Sul. Tear: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia, v. 4, n. 2, p. 1-21, 2015.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

GHEDIN, E.; OLIVEIRA, E. S. D.; ALMEIDA, W. A. D. Estágio com pesquisa. São Paulo: Cortez, 2015.

MACHADO, L. O desafio da formação dos professores. Revista Educação e Sociedade, v. 32, n.116, p. 689-704, 2011.

MOURA, D. H. A formação de docentes para a educação profissional e tecnológica. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, v. 1, n. 1, p. 23-38, 2015.

TARDIF, M.; GAUTHIER, C. O saber profissional dos professores: fundamentos e epistemologia. In: SEMINÁRIO DE PESQUISA SOBRE O SABER DOCENTE, 1996, Fortaleza. Anais... Fortaleza: UFCE, 1996. p. 1-20.

UFSM (Universidade Federal de Santa Maria). Projeto Político de Curso: Programa Especial de Graduação de Formação de Professores para a Educação Profissional. Disponível em: . Acesso em: 21 jul. 2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Gabriel Marchesan, Vanderlan Dupont de Oliveira, Felipe Pedrozo Maia, Maurício Pase Quatrin, Andreia Ines Dillenburg

TECNIA – REVISTA DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO IFG

EDITORA IFG
Rua C-198, Quadra 500, Jardim América | CEP 74.270-240 | Goiânia/GO

tecnia@ifg.edu.br
(62) 3237-1816