Ao lado dos desenraizados do mundo: a inclusão social de senegaleses e haitianos no Brasil

Maria Inês Simon, Sirlei de Lourdes Lauxen

Resumo


Este artigo, resultado de uma pesquisa qualitativa, tem como objetivo analisar uma prática social relacionada à inclusão de imigrantes senegaleses e haitianos no município de Ibirubá/RS. Para tanto, realiza-se, inicialmente, uma contextualização sobre a imigração que ocorre no mundo no escopo da globalização, com o olhar voltado para os direitos fundamentais do homem. Em seguida, o estudo volta-se para o processo de imigração de senegaleses e haitianos em evidência atualmente no Brasil, com foco nas dificuldades enfrentadas, em especial, em relação à língua e ao preconceito de que são vítimas esses sujeitos. Por último, realiza-se o relato de um projeto efetivado por docentes do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul/Câmpus Ibirubá, em parceria com a Secretaria de Educação do município com vistas à inclusão social desses imigrantes. A reflexão, respaldada em autores como Santos (2010), Bobbio (2004) e Freire (2015), defende a luta pelos direitos fundamentais do ser humano.


Texto completo:

PDF

Referências


ARROYO, Miguel G. O direito à educação e a nova segregação social e racial - Tempos insatisfatórios? Educação em Revista. Belo Horizonte, v.31, n.03, p. 15- 47 |Julho-Setembro 2015. Diponível em http://www.scielo.br/pdf/edur/v31n3/1982-6621-edur-31-03-00015.pdf Acesso em 31 jan. 2016.

BISPO, Reginete Souza. Comissão debate xenofobia e falta de políticas públicas para migrantes e refugiados. Disponível em: http://www.sul21.com.br/jornal/comissao-debate-xenofobia-e-falta-de-politicas-publicas-para-migrantes-e-refugiados-em-porto-alegre/ Acesso em 16 jul.2017.

BOBBIO, Norberto. A era dos direitos. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Disponível em:

. Acesso em 31 jan.2016.

BRASIL. Lei nº 11.961 de 02 de julho de 2009. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2009/Lei/L11961.htm Acesso em 31 jan. 2016.

CAVALCANTI, Leonardo; OLIVEIRA, Antonio Tadeu; TONHATI, Tânia (Orgs) A Inserção dos Imigrantes no Mercado de Trabalho Brasileiro. Brasília: Cadernos do Observatório das Migrações Internacionais, 2014.

DUTRA, Cristiane Feldmann; GAYER, Duely Marisco. A inclusão social dos imigrantes haitianos, senegaleses e ganeses no Brasil. 2015. Disponível em: https://online.unisc.br/acadnet/anais/index.php/sidspp/article/viewFile/13067/2282. Acesso em 01 fev. 2016.

FERNANDES, Duval; CASTRO, Maria da Conceição G de. Estudos sobre a Migração Haitiana no Brasil e Diálogo Bilateral. Belo Horizonte.2014.

FIRJAN. Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal 2013. Edição 2015.Disponível em http://www.firjan.com.br/ifdm/ Acesso em 31 jan. 2016.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia. 50 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2015.

GATTAZ, André; FERNANDEZ, Vanessa Paola R. (orgs.) Imigração e imigrantes: reflexões e experiências. Salvador: Pontocom, 2015.

IBGE. Cidades.2012. Disponível em: http://www.cidades.ibge.gov.br/painel/economia.php?lang=_EN&codmun=431000&search=rio-grande-do-sul%7Cibiruba%7 Cinphographics:-pib-expenditure-revenue-and-gdp. Acesso em 21 dez.2015.

______Censo Demográfico 2010. Disponível em http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/censo2010/default_resultados_amostra.shtm. Acesso em 31 jan. 2016.

IFRS. Compartilhando Vivências. 2015. Português para Estrangeiros. Disponível em http://www.ibiruba.ifrs.edu.br/site/midias/arquivos/2015111582118997compartilhando_vivencias_-_portugues_para_estrangeiros.pdf Acesso em 31 jan. 2016.

LAFER, Celso. A reconstrução dos direitos humanos: a contribuição de Hannah Arendt. Estud. av., v.11, n.30, São Paulo, maio/ago. 1997. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-40141997000200005. Acesso em: 30 de dezembro de 2015.

LOPES, Gerson. Polícia de Ibirubá investiga ato de racismo contra senegaleses. O Nacional. Passo Fundo, 07 mar. 2015. Disponível em: http://onacional.com.br/geral/58675/policia+de+ibiruba+investiga+ato+de+racismo+contra+senegaleses Acesso em: 31 jan. 2016.

NUNES, B. F.; CAVALCANTI, L. O imigrante e o direito à indiferença: algumas questões teóricas. In: Santin, Terezinha; Botega, Tuíla. (Org.). Vidas em trânsito: conhecer e refletir na perspectiva da mobilidade humana. Porto Alegre: EdiPUCRS, v.1, p. 135-159, 2014

ONU. A ONU e a África. 2013. Disponível em https://nacoesunidas.org/acao/africa/# . Acesso em 28 jan 2016.

ONU. Agência da ONU para refugiados. ACNUR.2013. Disponível em http://www.acnur.org/t3/portugues/. Acesso em 28 dez 2016.

ONU. Declaração Universal dos Direitos Humanos.1948. Disponível em http://www.dudh.org.br/declaracao/ Acesso em 31 jan 2016.

PREFEITURA MUNICIPAL DE IBIRUBÁ. Senegaleses em Ibirubá têm aulas de português. 2015.Disponível em http://www.ibiruba.rs.gov.br/noticias/2015/noticia2015-08.12.php2

Acesso em 31 jan. 2016

ROLLSING, Carlos et al. Inferno na Terra Prometida. Zero Hora. 2015. Disponível em: http://zh.clicrbs.com.br/especiais-zh/zh-terra-prometida/. Acesso em: 31 jan.2016.

SALADINI, A. P. S. Trabalho e imigração: os direitos sociais do trabalhador imigrante sob a perspectiva dos direitos fundamentais. Jacarezinho, 2011. Dissertação (Mestrado em Ciência Jurídica). Programa de Mestrado em Ciência Jurídica, Universidade Estadual do Norte do Paraná. Disponível em: http://uenp.edu.br/index.php/home-doc-oficiais-uenp/doc_view/1964- ana-paula-sefrin-saladini.

SANTOS, Boaventura de Souza. A gramática do tempo: para uma nova cultura política. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2010.

SANTOS, Milton. Por uma outra globalização: do pensamento único à consciência universal. 6. ed. São Paulo: Record, 2001.

SASSEN, S. Dos enclaves en las geografías globales contemporáneas del trabajo. In: ARAGONÉS, Ana M (Org.). Mercado de Trabajo y migracíón internacional. México: Unam, Instituto de Investigaciones Económicas, 2011.

SEN, Desenvolvimento como Liberdade. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.

SINGH, Bhawan; COHEN, Marc J. Climate change resilience the case of Haiti. University of Montréal/Oxfam America. Oxfam Research Reports. Mar 2014.

TOLENTINO, Nancy Curado. Migrações, remessas e desenvolvimento: o caso africano. Socius Working Papers, n.09/2009. Instituto Superior de Economia e Gestão. Universidade Técnica de Lisboa, maio, 2009. Disponível em: http://hdl.handle.net/10400.5/1884. Acesso em: 31 jan. 2016.

VASCONCELOS, Ana Maria Nogales BOTEGA, Tuíla. Política migratória e o paradoxo da globalização (Org.) Porto Alegre: EDIPUCRS, Brasília: SCSEM, 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Maria Inês Simon

TECNIA – REVISTA DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO IFG

EDITORA IFG
Rua C-198, Quadra 500, Jardim América | CEP 74.270-240 | Goiânia/GO

tecnia@ifg.edu.br
(62) 3237-1816