DISCALCULIA EM FOCO: PINTANDO, CONSTRUINDO E COMPREENDENDO A TABUADA DE MULTIPLICAÇÃO

Ewerson Tavares da Silva, Ana Paula de Souza, Gabriela Silva Lemes, Jordana de Oliveira do Amaral, Luciana Alves da Silva Costa, Sandra Regina Longhin

Resumo


Este trabalho registra a experiência vivenciada pelos alunos do Mestrado em Educação para Ciências e Matemática do IFG - Câmpus Jataí. A oficina “Discalculia: pintando, construindo e compreendendo a tabuada de multiplicação” foi realizada com os alunos do 6° A Centro de Ensino em Tempo Integral Colégio Emília Ferreira em Junho de 2019. Essa oficina se apresenta como uma intervenção pedagógica, entendermos que a possível presença de alunos com discalculia nas salas de aula exige uma nova abordagem de conteúdos matemáticos. Dessa forma o objetivo é discutir a discalculia, analisando as contribuições da tabuada geométrica enquanto uma proposta de ensino inclusiva. Referendamos em Silva (2011) quanto a proposta da utilização desse recurso. A coleta de dados, se deu por meio uma análise qualitativa das atividades. Como resultado, percebemos que os alunos conseguiram construir e compreender geometricamente o algoritmo da multiplicação. Percebemos também que grande parte da turma conseguiu compreender os padrões presentes nessa construção.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.