TEMAS EMERGENTES NA RELAÇÃO DIDÁTICA E SOCIEDADE: UM ESTUDO SOBRE A FUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLA

Egeslaine de Nez

Resumo


Este artigo tem como objetivo refletir sobre a função social da escola na contemporaneidade. Para isto, partiu-se da premissa basilar que a escola é uma instituição social que possibilita a socialização do conhecimento. O procedimento metodológico realizado neste estudo partiu de um estado de conhecimento/estado da arte, e, concomitantemente, desenvolveu-se uma pesquisa de campo com professores da Educação Básica num município ao norte do Estado de Mato Grosso. A abordagem analítica reportou-se a análise de conteúdo e a pesquisa quali/quantitativa. A relevância científica dessa investigação se relaciona diretamente a importância da escola no desenvolvimento da sociedade. Nos resultados encontrados, pode-se inferir que teoricamente, a escola tem como função social formar novas gerações que terão acesso à cultura socialmente produzida e valorizada, bem como formar o cidadão e constituí-lo como sujeito político-social. Em contrapartida, os dados levantados demonstram uma tendência em compreender que, além dessas atribuições, à escola cabe profissionalizar os alunos auxiliando no desenvolvimento da sociedade. Finalmente, destaca-se que a relação didática e sociedade é carregada de tensões, e, a escola enquanto formadora de cidadãos conscientes deve proporcionar também um ensino que os desenvolvam o pensamento crítico com relação ao contexto em que vivem.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.