SINAIS ESPECÍFICOS EM LIBRAS PARA O CURSO DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

Suelma Pereira Almeida, Thábio de Almeida Silva, Eliane Raimann, Kamilla Fonseca Lemes, Leila Alves Martins

Resumo


Com a Lei 10.436, foi garantido ao Surdo o direito do intérprete de Libras em sala de aula, além da oficialização da língua de sinais como língua de instrução. Assim, tornou a inclusão dos Surdos, uma realidade, por outro lado abriu-se uma lacuna de adequações que necessitam ser observadas para que esta inclusão de Surdos aconteça de fato. Contudo, a partir de uma vivência no curso de TADS, do IFG-Jataí, ao qual esbarramos nas dificuldades do processo de ensino e aprendizagem devido à falta de sinais específicos, temos como objetivo “criar e oficializar sinais em Libras dos termos específicos do Curso de TADS, para contribuir com a melhoria da compreensão dos alunos Surdos “e colaborar assim, com o processo de formação dos futuros Surdos que pretendem cursar ou estão cursando na área de informática. Contudo, fizemos um levantamento dos sinais confeccionados em sala de aula, juntamente com os intérpretes de Libras, bem como os sinais aproveitado de outras plataformas virtuais, e juntamente com a Comunidade Surda Jataiense, foi aprovado um Glossário em Libras dos Sinais Específicos do Curso de TADS e divulgado a partir de uma mídia virtual, Youtube. Contudo, esperamos, que este trabalho sirva de suporte para outros surdos.

Texto completo:

712 PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.