ENTRE O REAL E O IDEAL: FILOSOFIA E SOCIOLOGIA NO CONTEXTO DO ENSINO MÉDIO CONTEMPORÂNEO

Aline Cristine Ferreira Braga do Carmo, Ivo Luciano da Assunção Rodrigues

Resumo


A educação brasileira, ao longo de sua história, passou por diferentes momentos no que se refere aos padrões e concepções educacionais, pedagógicas e ideológicas, sendo que cada uma das vivências históricas nacionais, referentes à educação, estava e está vinculada aos interesses políticos dos grupos detentores do poder. Em meio a estas inúmeras transformações, ocorridas ao longo do século XX, destacamos a promulgação da Lei de Diretrizes e Bases da Educação em 1961, em que se encontra a polêmica inserção e exclusão das disciplinas de Sociologia e Filosofia no currículo do Ensino Médio brasileiro. A luta, por parte de professores, para que ambas as disciplinas estejam presentes no cotidiano dos alunos, se deve ao desejo de uma formação humana plena, crítica, promotora da autonomia e da emancipação humana, nas escolas de educação básica imersas pela lógica e ideologia neoliberal. O trabalho se desenvolve pela perspectiva marxiana, tendo como metodologia o levantamento bibliográfico acerca da temática e análise dos documentos oficiais. A realidade que se constitui na educação brasileira, no que tange a formação humana, é precária, no entanto a ruptura poderá ocorrer por meio de um ensino crítico e consciente.

Palavras-chave


Filosofia; Sociologia; Ensino.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.