FORMAÇÃO DE PROFESSORES NO CONTEXTO DAS POLÍTICAS NEOLIBERAIS: DESCAMINHOS PARA A FORMAÇÃO UNITÁRIA

Josiane Lopes Medeiros, Luciene Lima de Assis Pires

Resumo


Esta pesquisa analisa os descaminhos para a formação unitária na formação de professores no contexto das políticas neoliberais, a educação e o trabalho na sociedade capitalista, que são utilizados para fins de alienação, produção, reprodução e manutenção do sistema do capital. Para tanto, utilizou-se da análise de documentos de organismos internacionais como o Banco Mundial (BM), a Organização das Nações Unidas para a educação, a ciência e a cultura (UNESCO), a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, a Lei n. 9.394/1996 (LDB/1996), do Plano Nacional de Educação, Lei n. 13.005, de 25 de junho de 2014 (PNE/2014), as contribuições do pensamento de Antônio Gramsci para uma formação unitária e revisão bibliográfica do aporte teórico de diferentes autores. Verificou-se que com o advento do capitalismo, e o direcionamento das políticas públicas educacionais, compromissadas com os ideais neoliberais, a formação de professores numa perspectiva de formação unitária que contemple educação, trabalho e cultura, torna-se utópica, visto que a premissa do sistema do capital visa o lucro, alta produção, e aligeiramento dos processos, desvinculada da formação humana para além do desenvolvimento de competências e habilidades.

Palavras-chave


Formação de professores; Educação e trabalho; Formação unitária

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.