O TRABALHO DOCENTE NA INICIAÇÃO CIENTÍFICA

Amanda Angélica Rodrigues Paniago, Rita Rodrigues de Souza

Resumo


A qualidade da atuação docente é construída mediante processos de formação iniciais e continuados em que sejam assegurados “um complexo articulado de elementos formativos, produzidos pelo cultivo de sua subjetividade, que traduzam competência epistêmica, técnica e científica, criatividade estética, sensibilidade estética e criticidade política”, conforme Severino (2007, p. 131). Assim, os resultados apresentados neste trabalho podem contribuir sobremaneira para a atuação profissional do docente do IFG que atua na Iniciação Científica (IC-Jr) de forma ampla, e também com outros professores que desejem dialogar sobre esse tema.

Constataram-se vários benefícios da realização desta pesquisa, entre eles: a construção de conhecimentos sobre a formação de jovens pesquisadores no Ensino Médio Integrado (EMI); obtenção de subsídios que podem contribuir para a elaboração de materiais de apoio, como por exemplo: manuais de metodologia científica, dicionários técnicos, livros didáticos entre outros; possibilitou, sobretudo, um momento de reflexão para o professor-orientador para repensar a prática que vem desenvolvendo tanto com os alunos que orienta diretamente, quanto na lida cotidiana da sala de aula no EMI.


Palavras-chave


Iniciação Científica, Docente, Ensino Médio

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.