EDUCAÇÃO DE IDENTIDADES FEMININAS: NOS MOLDES DA REVISTA WOMEN´S

Leandro Silva Bezerra

Resumo


Neste trabalho analisamos a produção de identidades femininas pela Revista Women`s Health, a partir da base teórico-metodológica da Teoria da Análise do Discurso de linha francesa, oriunda dos estudos de Michel Pêcheux, e nos construtos de biopoder e a relação entre poder, saber e verdade de Michel Foucault. Nosso corpus de análise está constituído por 19 edições dessa revista, desde a primeira até a edição de maio de 2010. Os resultados evidenciam que em Women´s Health tem-se um sujeito delimitado pela aparência corporal; um ser esbelto, dependente de dietas e comidas "saudáveis" elaboradas por experts estrangeiros e nacionais, bem como de um estilo de vida moderado e moldado por uma conduta comportamental derivada de uma subjetivação do corpo que busca a beleza e a felicidade nas páginas do seu manual de subsistência na contemporaneidade.

                      


Palavras-chave


Identidades femininas; Mídia, Biopoder, Análise do discurso.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.