FILMES INFANTIS: PARÂMETRO DE ANÁLISE A RELAÇÃO DE GÊNERO

Tatielle da silva Borges, Márcia Santos Anjo Reis

Resumo


Resumo

No mundo contemporâneo, o universo da criança é composto de informações advindas dos diferentes meios de comunicação de massa, entre eles o filme. Justifica-se a relevância de estudar o filme infantil, por se tratar de um recurso de fácil acesso, que exerce poder de atração nas crianças, por explorar o visual, a imaginação e o lúdico, além de ser usado como material de suporte didático nas escolas. Cabe ao professor estar atento às relações de gênero que são transmitidas, mostrando o papel “Ideal” das meninas e dos meninos diante da sociedade. Neste enfoque, analisamos os filmes infantis, tendo como foco de atenção as relações de gênero. Para a execução desta pesquisa foi feito um levantamento teórico em livros, artigos, internet, revistas especializadas quanto ao uso do filme no ambiente escolar como recurso didático e sobre a questão do gênero. De acordo com a fonte de informação e a coleta de dados, pode-se dizer trata-se de pesquisa documental, tendo os filmes infantis como objeto de análise. Buscamos construir uma metodologia para a investigação da relação de gênero a partir da análise da comunicação oral e figurativa emitidos pelos personagens dos filmes infantis selecionados para estudo, utilizando o método de pesquisa de análise de conteúdo proposta por Bardin (1977). Os filmes selecionados são Chapeuzinho Vermelho, João e o pé de feijão, Sherek I. Os filmes podem e devem ser utilizados como recurso pedagógico no ambiente escolar porque eles sustentam o faz de conta e desenvolvem a imaginação das crianças.


Palavras-chave


Educação, Filmes infantis, Relações de Gênero.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.