A FORMAÇÃO DE PROFESSORES NO BRASIL E O CURSO DE LICENCIATURA EM FÍSICA DO IFG CAMPUS JATAÍ: UM ESTUDO SOBRE A EVASÃO E A REPETÊNCIA

Christiane Assis Oliveira Soares, Luciene Lima de Assis Pires

Resumo


O presente trabalho consiste em análise sobre a formação de professores no Brasil e sua relação com o curso de Licenciatura em Física do IFG Campus Jataí. Para tanto, realizou-se levantamento bibliográfico para análise temática, bem como levantamento dos dados das turmas de Licenciatura em Física do IFG-Campus Jataí no período de 2001 a 2009, focando-se na evasão e repetência. Os dados levantados foram tratados, proporcionando a obtenção e interpretação de informações acerca da evasão e repetência. Segundo dados do INEP (2005, 2006), o número de alunos egressos comparado aos ingressantes nas licenciaturas é bem menor. Neste início de século, começa a ganhar corpo uma mobilização nacional para melhoria da qualidade da educação, principalmente no que concerne a educação superior, e as universidades se vêem diante da viabilidade das licenciaturas. Entretanto, os dados de evasão e repetência nesses cursos são preocupantes. Analisar essas questões nos Institutos Federais se faz necessário, haja vista que com a ressignificação dos CEFET para IF, houve a priorização de 20% das vagas de ensino superior voltadas para licenciatura. A pesquisa encontra-se em fase de análise de dados para compreensão da formação de professores no Brasil, e o papel dos IF nesse processo.


Palavras-chave


Licenciatura em Física; Evasão e Repetência; Formação de Professores

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.