TRABALHO E EDUCAÇÃO NO PERÍODO DE PANDEMIA: UM DIÁLOGO COM DOCENTES DA REDE ESTADUAL DE MINAS GERAIS

Rita Márcia Andrade Vaz de Mello, Mateus José dos Santos, Valdirene Eliane Bailon de Souza

Resumo


O presente artigo descreve alguns impactos da pandemia na Educação Básica do Estado de Minas Gerais, que merecem ser explorados, visando suscitar reflexões sobre a profissão, o trabalho docente, os múltiplos desafios e dilemas que emergem neste contexto. Para alcançarmos o objetivo do estudo proposto, optamos pelo método qualitativo, que permite adensar reflexões sobre o momento. Para tanto, analisamos leis, memorandos e documentos em geral e realizamos entrevistas com docentes da rede pública estadual e municipal de Viçosa (MG). Os resultados apontam para a função social da escola e dos problemas sociais que afligem o âmbito familiar, em tempos de pandemia. Ademais, esperamos o surgimento de novas políticas educacionais, comprometidas com a realidade e a necessidade de inserção da comunidade escolar na perspectiva inclusiva, sem estigmas, discriminação e desagregação dos envolvidos.


Texto completo:

PDF

Referências


ATAÍDE, Denyse Mota da Silva; PINHO, Maria José. Letramento digital e alfabetização tecnológica: reflexões a partir de um estudo com alunos do PARFOR. Educação, Formação & Tecnologias, v. 6, n. 2, p. 68-79, 2013.

BRAGA, Simone da Silva; SCOZ, Beatriz Judith Lima; MUNHOZ, Maria Luiza Puglisi. Problemas de aprendizagem e suas relações com a família. Psicopedagogia, São Paulo, v. 24, n. 74, p. 149-159, 2013.

BRASIL. Medida Provisória n. 924, de 1 de abril de 2020. Disponível em: . Acesso em: 23 mar. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Base nacional comum curricular. Brasília: MEC, 2018. Disponível em: . Acesso em: 20 mar. 2021.

BRASIL. Ministério de Educação e Cultura. LDB - Lei nº 9394/96, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da Educação Nacional. Brasília: MEC, 1996.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. 1988.

BRASIL. Lei Federal nº 8069, de 13 de julho de 1990. ECA - Estatuto da Criança e do Adolescente. 1990.

DUBET, François. O que é uma escola justa? Caderno de Pesquisas, v. 34, n. 123, p. 539-555, 2004.

FLICK, Uwe. Qualidade na pesquisa qualitativa. Tradução de Roberto Cataldo Costa. Porto Alegre: Artmed, 2009.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

GAUTHIER, Clermont; MARTINEAU, Stéphane; DESBIENS, Jean-François; MALO, Annie; SIMARD, Denis. Por uma teoria da pedagogia pesquisas contemporâneas sobre o saber docente. Ijuí: Editora Unijuí, 1998.

GOHN, Maria da Glória. Educação não formal: direitos e aprendizagens dos cidadãos(ãs) em tempos do coronavírus. Humanidades & Inovação, v. 7, n. 7, p. 9-20, 2020.

GONDIM, Sônia Maria Guedes; MORAIS, Franciane Andrade; BRANTES, Carolina dos Anjos Almeida. Competências socioemocionais: fator-chave no desenvolvimento de competências para o trabalho. Revista Psicologia Organizações e Trabalho, v. 14, n. 4, p. 394-406, 2014.

KAIESKI, Naira; GRINGS, Jacques Andre; FETTER, Shirlei Alexandra. Um estudo sobre as possibilidades pedagógicas de utilização do WhatsApp. RENOTE - Revista Novas Tecnologias na Educação, v. 13, n. 2, 2015.

LATOUR, Bruno. Desinventare la Modernità: conversazioni con François Ewald. Milão: Elèuthera Edizioni, 2008.

MELO, Savana Diniz Gomes. Trabalho docente e organização sindical em Minas Gerais. Educar em Revista, n. 48, p. 93-110, 2013.

MINAS GERAIS. Documento Orientador: REGIME ESPECIAL DE ATIVIDADES NÃO PRESENCIAIS. Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais - SEE/MG, 2020.

MINAS GERAIS. Memorando-Circular nº 42/2020/SEE/SG - GABINETE. Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais - SEE/MG, 2020.

NOGUEIRA, Maria Alice. Família e escola na contemporaneidade: os meandros de uma relação. Educ. Real., Porto Alegre, v. 31, n. 2, p. 155-170, jul./dez. 2006.

PAIVA, Sâmara. Educação dos pais e educação da escola. Revistas Mundo Jovem. n. 323, 2002.

PORTO, Cristiane; OLIVEIRA, Kaio Eduardo; CHAGAS, Alexandre. Whatsapp e educação: entre mensagens, imagens e sons. EDUFAB, 2017.

RÊGO, Claudia Carla de Azevedo Brunelli; ROCHA, Nívea Maria Fraga. Avaliando a educação emocional: subsídios para um repensar da sala de aula. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, v. 17, n. 62, p. 135-152, 2009.

SANTOS JUNIOR, Verissimo Barros; SILVA, Jean Carlos Monteiro. Educação e COVID-19: as tecnologias digitais mediando a aprendizagem em tempos de pandemia. Revista Encantar - Educação, Cultura e Sociedade, v. 2, p. 01-15, 2020.

SANTOS, Daniel; PRIMI, Ricardo. Desenvolvimento socioemocional e aprendizado escolar: uma proposta de mensuração para apoiar políticas públicas. Relatório sobre resultados preliminares do projeto de medição de competências socioemocionais no Rio de Janeiro. São Paulo: OCDE, SEEDUC, Instituto Ayrton Senna, 2014.

SAWAIA, Bader. Introdução: exclusão ou inclusão perversa? In: _____. (org.). As artimanhas da exclusão: análise psicossocial e ética da desigualdade social. 8ª ed. Petrópolis: Vozes, 2008.

SILVA, Ivanderson Pereira; ROCHA, Fernanda de Burgos. Implicações do uso do WhatsApp na educação. Revista EDaPECI - Educação a Distância e Práticas Educativas Comunicacionais e Interculturais, v. 17, n. 2, p. 161-174, 2017.

SOARES, Adriana Fraga. A participação da família no processo ensino-aprendizagem. Alvorada, 2010.

SOUZA, Carlos Henrique Medeiros; MANHÃES, Fernanda Castro. As TICS e a (re) descoberta do conhecimento pela “alfabetização tecnológica docente”. Revista da Faculdade de Educação, v. 6, n. 7 e 8, p. 125-150, 2019.

SZYMANSKI, Heloisa. A relação família/escola: desafios e perspectivas. 2ª ed. Brasília: Líber Livro, 2011.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis: Vozes, 2002.

TARDIF, Maurice; LESSARD, Claude; GAUTHIER, Clermont. Formação dos Professores e Contextos Sociais. Porto: RÉS - Editora, 1998.

TRAD, Leny Alves Bomfim. (org). Família Contemporânea e Saúde - Significados, Práticas e Políticas Públicas. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 2010.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Rita Márcia Andrade Vaz de Mello, Mateus José dos Santos, Valdirene Eliane Bailon de Souza

Revista do Núcleo de Pesquisa em Sociedade, Educação e Cultura - NUSEC do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás - IFG, Campus Aparecida de Goiânia.